Buscar
  • Estúdio Risca

Reforma de cozinha - 06 Dicas que você precisa saber antes de reformar a sua cozinha

Atualizado: 20 de Jul de 2020

Reformar a cozinha é um tipo de transformação que muitas pessoas sonham em fazer mais adiam com medo da dor de cabeça que possam vir a ter durante a obra. O que é compreensível, já que a reforma da cozinha e banheiro são as mais passiveis de problemas inesperados. Mas se não forem tomados os devidos cuidados, ai sim é dor de cabeça e vão surgir ainda mais problemas que poderiam ter sido evitados.


  • Definir todos os eletrodomésticos, inclusive marca e modelo. Ter as dimensões deles e todas as especificações é essencial, uma vez que os armários, bancadas, infraestrutura elétrica e hidráulica vai ser definidos de acordo com eles. Se não pode comprar agora, mas pretende trocar em breve, já escolha e faça a previsão do espaço de acordo com o especificado.

  • Priorize a infraestrutura e não a estética: de nada adianta fazer uma reforma completa se tem problema na parte hidráulica e elétrica. Ignorar a necessidade de reparo em toda aquela estrutura escondida sob o piso e por dentro da parede, pode causar grandes dores de cabeça. Bons projetos de elétrica e hidráulica, realizados de acordo com as normas de segurança, bem dimensionados e com materiais de qualidade são um investimento essencial.

  • “Mapa do tesouro” das paredes: em reformas, quando mudar os pontos de hidráulica, elétrica e esgoto de lugar, tire foto das paredes antes de ser rebocada. Assim, você vai ter um mapa da sua parede e, no futuro, quando for fazer algum furo, para instalar marcenaria, coifa, prateleiras ou uma horta vertical, não corre risco de acertar os canos ou conduítes.

Assegure-se de que não há vazamentos antes de fechar a parede.

  • Escolha dos materiais: na hora de escolher o piso e revestimentos, não se deixe levar apenas pela estética e acabar escolhendo matérias inadequados. O material do piso da cozinha precisa ser fácil de limpar e não ser escorregadio ou com frisos onde acumule gordura e sujeira.

O revestimento da parede segue a mesma lógica: ele deve ser fácil de limpar e adequado para área molhada.

  • Marcenaria de qualidade; as vezes, em uma tentativa de economia, opta-se por ferragens de qualidade inferior. Elas não aguentam o uso frequente do dia e dia, e em pouco tempo as portas começam a desalinhar (até mesmo cair), as gavetas ficam ruins de abrir, portas de correr ficam agarrando. Então se você quiser uma marcenaria que dure, não economiza nas ferragens.

  • Última e mais importante: contrate um arquiteto e não comece uma obra sem projeto!

5 visualizações0 comentário

 (31) 99952-3175

Siga nossas redes

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Pinterest

Belo Horizonte - Minas Gerais